sexta-feira, 2 de agosto de 2013

miss you.

 
Cada minuto longe começa a tornar-se uma tortura. Oiço os ponteiros do relógio a avançarem lentamente, e impacientemente espero que o tempo se torne útil. Em vão tento ocupar o dia com coisas mínimas, mas nada me disperta interesse. Tento desviar pensamentos, manter-me em terra, mas o meu coração arrasta-me para longe... Leva-me para junto de ti. Saudades nunca tinham causado tanto desespero, tanta necessidade. Isso é provavelmente um bom sinal, porém não deixa de ser devastador.
Em certos momentos caio em pensamentos aterradores, que me levam a imaginar uma separação, uma perda de sentimentos, uma perda de interesse pelo que construímos em conjunto. Mas volto a mim, e percebo que não posso pensar dessa forma, pois acredito que há coisas que duram para sempre, e que isto pode ser uma delas. Mantenho-me fiel à minha palavra, não desisto de algo que me faz tão bem.

R. ♡

Sem comentários :

Enviar um comentário