sábado, 1 de junho de 2013

"Diário da nossa paixão" - parte X

Ontem não escrevi aqui nada. Não tive tempo nenhum, nem para isto nem para o que queria fazer. Acabei de preparar as coisas para a viagem, só falta pôr coisas que uso todos os dias e que só posso pôr um dia antes de ir. O dia de ontem foi agitado, tinha imensas coisas para fazer e tão pouco tempo. Ando anciosa com isto de ir viajar, principalmente porque aí a minha história com Ele ganha possibilidades de ter algum avanço, coisa que ultimamente não há. Ontem nem sequer falámos, não houve tempo para isso acho eu... Hoje falámos, nada de especial. Acho que precisamos de alguma coisa que nos faça acordar e decidir o que queremos fazer.
Falar apenas não chega, pelos vistos. Precisamos de estar juntos e refletir um pouco sobre tudo isto, sobre nós, sobre tudo o que se está a passar. Quero que isto dê em algo mais, porém é preciso que Ele também queira.
São quatro horas e nove minutos da tarde, não sei onde Ele está. Eu estou aqui, a pensar no quão bom seria saber sempre dele, ou até mesmo estar a seu lado. Talvez um dia tudo isto possa ser possível, fica a esperança, que pelo que sei é a última a morrer. A minha permanece, até Ele me dizer que não vale a pena, que posso desistir e deixar apagar a chama da minha esperança. Bem, vou ver se estudo, não posso deixar que uma paixão que ainda nem é correspondida afete os estudos, pois aí eu deixava de ser eu. Ainda penso que casais são uma coisa muito estranha. Irónico, hein!? Eu que agora só quero que Ela me veja dessa forma. Não sei, acho que esta minha ideia pode mudar, talvez quando eu própria fizer parte de um casal, não? Não sei, logo vejo. Vou tentar deixar este assunto de parte e então dedicar-me aos estudos, bem preciso.

(texto fictício)

Sem comentários :

Enviar um comentário