sábado, 12 de janeiro de 2013

pensamentos

O que é isso do amor? Pergunto-me. Não obtenho resposta, será algo indefinido? Penso que seja qualquer coisa que deixa muito a desejar. Algo forte que move qualquer coisa, desde que alguém continue a acreditar. Se há alguém que mantém o interesse, se há alguém determinado para que algo se concretize, talvez seja possível. Talvez nunca seja tarde demais para salvar algo que à muito se diz perdido, o tal verdadeiro amor. Talvez não seja tarde para voltar a escrever histórias de amor, histórias que outrora não existiam só nos filmes mas também na realidade e que com o tempo se foram alterando, passando apenas a uma mera visão, a um mero desejo de que fosse real, que voltasse a existir. Um sentimento cujo significado à muito se tornou banal e que para muitos se tornou longe de vir a acontecer. Meras esperanças que desapareceram com o avançar dos tempos, meras palavras que perderam o seu verdadeiro e puro significado, momentos que deixaram de estar presentes, sonhos que caíram por terra sem qualquer motivação para serem realizados, pessoas que deixaram de acreditar que as coisas podem mudar e que nada acontece por acaso. Pessoas que se concentraram tanto na sua vida rotineira que deixaram de dar importância aos acasos que a vida lhes proporciona, deixaram de dar importância às pequenas e insignificantes coisas que lhes acontecem. A vida está cheia de surpresas e muitas delas passam-nos ao lado, devido a todo o nosso desinteresse pelos novos desafios e pelo que nos é estranho. Quando é que vamos dar o devido valor ao que nos rodeia e vamos deixar de viver fechados na nossa bola de cristal, à qual chamamos vida, que nos mantém enclausurados durante anos? Quero acreditar que num futuro próximos iremos todos mudar, partir essa bola e aí sim, começar a viver.

Sem comentários :

Enviar um comentário