terça-feira, 31 de janeiro de 2012

fica no mundo que eu ficarei na estrela

Em primeiro lugar vou deitar cá para fora: VAI-À-M*RDA
Tu não mereces o esforço, não mereces a preocupação, não mereces a calma. Não mereces nada, nem mesmo estas palavras que hoje escrevo. Uma desilusão ou não. Nem quero saber mais.
Eu fiz tudo e não me arrependo desse tempo que te dediquei, apenas concordo que deveria ter pensado melhor, porém não é um arrependimento, pelo contrário. Admiro-me a mim mesma... É um pouco egocêntrico, não? Pois, mas é a verdade. Sei que é estranho mas admiro a capacidade que tive de me abstrair tantas vezes, de separar assuntos diferentes, de saber lidar com as situações, de saber com quem falar...Orgulho-me de mim, e isso mantém-me feliz de certo modo.  Voltando a ti, perco a vontade de elogiar. Vou ficar sentada na minha estrela afastada do teu mundinho, assim mantenho uma distância de segurança, não quero correr o risco de me magoar :)
Que o sol brilhe por esses lados, pois eu só aparecerei de noite e nem sempre estarei presente. Quando acreditares e admitires que posso existir na tua vida, aí irei brilhar noite após noite, e se necessário, dia após dia, só para te ver bem. Até lá, apareço quando achar que preciso de matar um pouco de saudades.
A tua vida vai melhorar a partir de... agora. Puf, estou na minha estrela. Afasta-te! Não vou descer. Gostas da distância? Parece que sim.

Sem comentários :

Enviar um comentário